UFS consegue terreno para construção do Campus Sertão

A autorização foi dada pela Embrapa Nacional.


 02/11/2017 às 14h:56min
UFS consegue terreno para construção do Campus Sertão

O senador Eduardo Amorim esteve nesta terça-feira, 01, na Universidade Federal de Sergipe (UFS) em reunião com o reitor Angelo Antoniolli para confirmar a autorização por parte da empresa brasileira de pesquisa agropecuária (EMBRAPA) da doação da Unidade de Campo Experimental para a construção do Campus do Sertão, na divisa entre os municípios de Nossa Senhora da Glória e Feira Nova.

Para o Senador, a autorização foi uma conquista para os sergipanos e principalmente para o povo do Sertão.  " Eu sou filho dessa universidade, ela mudou a minha vida e com certeza vai continuar mudando a vida de muitos sergipanos”, ressaltou Amorim.

O reitor da UFS, Angelo Antoniolli, agradeceu a dedicação do senador Eduardo Amorim por mais essa conquista para a Universidade Federal de Sergipe. “Essa luta que se arrasta por mais de dois anos. Acompanhados do senador, fizemos inúmeras visitas à Embrapa para discutir a importância dessa fazenda e o que ela significa para a Universidade Federal de Sergipe, em especial para o Campus do Sertão”, afirmou Antoniolli.

O reitor ainda ressaltou a importância social que a construçao do campus trará para a população sertaneja. “O Centro de Ciências Agrárias de Glória (Campus do Sertão) será muito beneficiado com esse espaço, que deverá transformar a realidade do povo sertanejo, não só dos estudantes dos cursos de Medicina Veterinária, Zootecnia, Engenharia Agronômica e Agroindústria. Esse será o maior laboratório de transformação do conhecimento e de relacionamento com a sociedade do Sertão, e porque não dizer de Sergipe, no que diz respeito às agrárias. Será um fator de transformação de toda aquela realidade”.

Jodnes Sobreira, diretor do Campus Sertão  também comentou a importância do senador no diálogo com a Embrapa para a conquista desse espaço, "essa área que o Senador deu apoio para que a gente conseguisse é de importância muito grande, porque é a cereja do bolo do Campus do Sertão. A partir desse espaço vamos conseguir montar a parte de estrutura da produção e vamos progredir nas atividades do Campus”, comentou Jodnes.

Com informações de: http://www.faxaju.com.br/

Foto: Patrício Araújo


Da redação.
Atualizado: 02/11/2017 às 15h:08
.

Colunas

Relacionadas

Últimas Noticias